The Walking Dead está de volta, com erros e acertos | Spoilers

The Walking Dead está de volta, com erros e acertos

De tempos em tempos, The Walking Dead resolve sair de sua enrolação de sempre e fazer episódios que realmente valham a pena ser assistidos – pelo bem ou pelo mal. Depois de passarmos os últimos episódios do ano passado presos numa bolha temporal chamada Alexandria onde mais uma vez crime ocorre nada acotece feijoada (alguns colunistas do site inclusive ficaram por lá mesmo e não voltam mais), a série nos entregou uma agitada volta de temporada com o episódio “No Way Out”, sacudindo um pouco os personagens e infelizmente cometendo alguns de seus erros de sempre no meio do caminho.

A cena marcante da semana envolveu os personagens-peso morto sobreviventes de Alexandria: Jessie, Sam e Ron, a família que passou por vários perrengues e tava lá firme e forte, disse adeus à série – já não era sem tempo, eles já não adicionavam mais nada à trama, podendo ser facilmente substituídos por bonecos de posto (que, convenhamos, iam pelo menos distrair os zumbis). E isso foi por pura preguiça dos roteiristas, que poderiam muito bem ter desenvolvido os arcos deles para algo mais interessante, mas…. não rolou. Enxergo a morte deles como uma forma da série tentar consertar seus erros – e isso não é exatamente um mérito, e sim um dever, dado que The Walking Dead possui uma audiência gigantesca.

tumblr_o2lg6eMKrj1rtrhh4o1_500

A sequência da morte deles conseguiu ser pelo menos um pouco bonita e tocante, apesar de usar de um artifício já batido na série: “vamos fingir que nossos personagens são burros para fazer a história avançar!!!”. Sam, o filho mais novo de Jessie, sempre teve medo dos zumbis e nunca havia encarado-os tão de perto. Ao ver uma criança-zumbi ele tem um choque de realidade e percebe que também poderia virar um deles, e por isso fica travado no meio do caos todo, virando comida de zumbi. (Ignoraremos o fato dele ser uma criança de 40kg que poderia ter sido facilmente carregada por literalmente qualquer um ali, mas vamos em frente.)

Vale apontar que esta é a primeira vez que realmente vemos uma criança ser morta na tela da série, sem nenhuma cerimônia ou recursos que amenizem o fato. Morreu, vocês todos viram acontecer, e pronto. Sigam a vida.

The-Walking-Dead-Season-6-Episode-9-Midseason-Premiere-No-Way-Out

O fato de Jessie não conseguir soltar da mão do seu filho enquanto ele era morto foi um simbolismo de o quanto a personagem não consegue abrir mão de seu passado, que envolve episódios abusivos e traumáticos com uma pitada de drama familiar. Não bastasse a Jessie também morrer, o Rick precisou cortar a mão dela fora com um machado para livrar o Carl da também possível morte. É nessa hora que Ron, o filho mais velho dela, dá mais uma surtada de leve (como ele sempre fez) e ameaça atirar em Rick. O acerto da série neste ponto foi mostrar para ele que seu destino não é determinado pela sua família, e sim pela suas próprias ações, que neste caso fizeram com que ele viesse a morrer para sempre (Michonne maravilhosa fez o favor de matar Ron para salvar o Rick), mas não antes de… um tiro a esmo de sua arma arrancar fora o olho do Carl, reproduzindo incrivelmente bem uma das cenas mais esperadas dos quadrinhos, que deixou todo mundo que ainda não sabia o que ia acontecer com muitas exclamações na ponta da língua.

Acho que ele tinha que ficar mais de olho nessas coisas

Apesar de ter ousado a se livrar sem cerimônia de alguns personagens dispensáveis, a série continua a cometer seu erro de longa data: flertar com a morte de personagens principais. Maggie deveria ter morrido, Glen deveria ter morrido, Carl deveria ter morrido e não há nada que ninguém possa dizer para mudar a minha opinião quanto a isso. TWD precisa parar de usar o recurso “quase morte de seus personagens importantes” e de fato matá-los quando isso fizer sentido, e parar de banalizar a morte em um universo no qual ela já é tão presente e cotidiana.

Ainda não sabemos quem são as pessoas na estrada, quem realmente é Negan e o que mais Daryl pode fazer com uma bazuca nas mãos, mas “No Way Out” foi um bom ponto de partida para o resto desta temporada que, mesmo com todos os erros, despertou em mim o desejo de ver o episódio da semana que vem – coisa que não acontecia mais. Agora só nos resta esperar para ver se este fôlego continua ou se vamos voltar para a mesma linha preguiçosa que a série vinha seguindo sem saber como avançar a trama de forma inteligente.

tumblr_o2lgm7gtBb1qa7ubto1_500

O que vocês acharam do episódio? Conta pra gente aqui nos comentários!

[Crédito das Imagens: Reprodução/AMC]