Só mais um episódio… | Spoilers

Só mais um episódio…

Nos últimos dias, me perguntei se binge-watch é o melhor jeito de se assistir a uma série. O próprio criador de Arrested Development, Mitch Hurwitz, disse pras pessoas não assistirem a 4ª temporada de AD de uma vez porque os episódios são densos e o humor podia se desgastar com o tempo, já que é muita coisa para se absorver.

Neste momento estou maratonando Breaking Bad para me atualizar a tempo do lançamento dos novos episódios, em agosto, e. eu. não. consigo. parar. Acho que eu nunca vi uma série com tanta tensão/episódio assim, pqp!

image

Depois de, sei lá, 20 episódios em 2 dias, cheguei no meio da 3ª temporada e confesso que estou um pouco cansado. Não sei se é por isso que estou achando esta temporada inferior às outras (ou por que ela de fato é meio boring), mas estou sendo desafiado pelo binge-watching. Ainda quero/preciso muito saber o que vai acontecer, mas o excesso de tensão tá me sufocando.

image(melhor cena da temporada)

Aqui uma desvantagem de se assistir tudo de uma vez só: a relação série/espectador. Quando você acompanha os personagens periodicamente por anos, eles crescem em você, como se fossem conhecidos seus. A transformação do Mr. White para Heisenberg foi meio rápida para mim, provavelmente teria tido mais impacto se eu tivesse acompanhado a evolução semana a semana, quando os episódios estavam sendo exibidos. Por outro lado, eu estou tão envolvido com a trama que acho que, nesse caso, não fez diferença. Talvez isso varie de série pra série – não consigo imaginar alguém que consiga assistir a 1ª temporada de House toda de uma vez sem se irritar com as repetições das estruturas dos episódios. O mesmo vale pra Arrested Development – a forma como a 4ª temporada foi (genialmente) construída te obriga a ver e rever diversas vezes algumas cenas, e se você assiste tudo de uma vez pode ficar cansativo.

image

Essa é uma diferença entre séries de comédia e drama: a forma como os dois gêneros são estruturados facilita o binge-watching dos dramas, enquanto as comédias são melhor vistas com um maior intervalo de tempo entre os episódios – ficar rindo por horas pode cansar.

Os dramas se utilizam de plot devices para prender o espectador. Os cliffhangers, aqueles que te fazem ficar meses teorizando sobre os possíveis desfechos da trama(quem nunca ficou 8 meses sem saber como o Jack e a Kate saíram da ilha e porque ele gritava “We have to go back!” não sabe o que é sofrer), assumem um papel importante quando se assiste uma série em maratona. Eles se tornam um motivador para continuar assistindo até que sua vida tenha sido sugada pela tela você tenha visto todos os episódios.

Estou cansado de tanto assistir Breaking Bad? Sim. Vou parar? Óbvio que não! O fato é que todos nós adoramos fazer maratonas, por mais cansativo que seja. TV vicia mais que crystal meth, e a questão do on demand e streaming só alimenta mais nosso vício. E mesmo que o Mitch Hurwitz tenha pedido, não resisti e assisti a 4ª temporada de AD inteira em dois dias, foi mal cara.

image

[Crédito das Imagens: Luiz Guilherme Moura , Reprodução/HBO, Divulgação/AMC ]