Qual o episódio mais assustador de todos os tempos? | Spoilers

Qual o episódio mais assustador de todos os tempos?

Halloween está aí, e com ele mais uma leva de episódios especiais sobre o dia das bruxas. Mas aqui no Spoilers nós achamos que todo dia pode ser Halloween, basta botar um episódio assustador pra tocar e segurar os gritinhos involuntários que podem vir junto. Por isso, no Happy Hour desta semana, perguntamos: qual o episódio de série que mais te deu medo até hoje?

Carol Souza: “Blink”, Doctor Who

Para mim, os Weeping Angels sempre foram os personagens que mais me intrigaram no universo whovian, por serem “the only psychopaths in the universe to kill you nicely”. Quando essas estátuas de anjo te tocam, você não morre, mas fica preso em outro espaço temporal. Acho isso de uma poesia ímpar. Eles aparecem em apenas 5 episódios de DW, sempre metendo o terror, mas pra mim o melhor é “Blink”, que conta com a melhor companion que jamais foi, Sally Sparrow, e toda uma carga de tensão incrível envolvendo easter eggs e mensagens subliminares em baixo de papéis de  parede. O Moffat ganhou 2 Baftas e um Hugo Award por esse episódio, e foi o segundo mais votado como episódio preferido do público (ele até inaugurou nossa seção Vale a Pena Ver De Novo). É um clássico. IMPORTANTE: não pisque. Pisque e você morre.

Fernanda Sgroglia: “The Chicken From Outer Space”, Coragem, o Cão Covarde

É 1996, e a pequena Fernanda assiste Cartoon Network, com seu irmão mais velho, e um curta chamado Coragem o Cão Covarde começa a passar… o desenho é meio estranho, mas até aí, a menina de 5 anos não liga muito! Alguns minutos depois ela estava chorando, pedindo para sua mãe nunca mais comprar ovos, porque vai que um deles é de uma galinha do espaço e sua família toda se transforma em aliens. Daquele dia em diante, toda vez que eu assistia Desenhos Incríveis no Cartoon Network e aquela cena de uma casinha no meio do nada surgia, meu irmão cobria meus olhos até o desenho acabar!

Onã Tolentino: “Buffet Froid”, Hannibal

Era noite e eu estava sentado na minha cama enquanto assistia ao décimo episódio da primeira temporada de Hannibal, série que embrulha o estômago do espectador de vez em quando, mas até então nunca tinha me dado medo. Neste episódio,  Will investiga o caso de uma garota doente que acha que está morta e fica… debaixo da cama. Sentado na minha cama, obviamente, eu não enxergo o que está debaixo dela – e o desconhecido é quase sempre assustador. Digamos que não foram 40 e poucos minutos fáceis para mim.

Sandrine Knopp: “To Serve Man”, Twilight Zone

Eu não assisti a Twilight Zone completa, mas lembro bem desse episódio. Estava na casa de amigos, e uma delas tava maratonando a série e sugeriu que nós víssemos um pouco junto. O plot a essa altura não é nenhuma novidade: aliens invadem a Terra, vão direto falar com nossos líderes e dizem que estão aqui em paz. Os production values são questionáveis (1962, caras!) e demanda um certo controle não rir do E.T. chefe, mas confiem em mim. Nem todo terror vem com baldes de sangue ou constante tensão. De vez em quando, basta uma tradução apressada.

Sylvia Ferrari: “The Devil Inside (Part I & II)”, Medium

Quem me conhece sabe que tenho uma baixíssima tolerância com terror. Vide que os episódios que coloco aqui são de Medium, uma série policial com um toque sobrenatural. (Na verdade escolhi Medium pra não ser tão ridícula admitindo aqui que já fiquei apavorada com vários episódios de Ghost Whisperer) Se vocês também passaram a adolescência em frente ao Canal Sony no início dos anos 2000, vocês devem lembrar de Allison DuBois, a assistente da promotoria da cidade de Phoenix que era médium, sonhava com todos os crimes que aconteciam na cidade e ajudava a resolvê-los, certo? Bom, teve uma temporada (essa série tem 7 temporadas, acredita!?) que a Allison descobre que tem um serial killer olto na cidade que na verdade também é médium como ela, e o fulano começa a se comunicar com Allison por telepatia ou qualquer outro sistema de comunicação wireless sobrenatural que eles têm. Ao logo dos episódios, quanto mais próximo Allison e o DP estão de capturá-lo, ele vai aumentando as ameaças a Allison e sua família. O que fez desses 2 episódios tão aterrorizantes? Qualquer episódio de Medium tinha cenas dos sonhos da personagem e da vida dela quando acordada. Como o assassino começou a ameaçá-la nos sonhos e a stalkeá-la na vida real, quem assistia não conseguia distinguir entre realidade ou sonho. E nem a Allison conseguia! Então é um tal de tomar susto com o assassino dentro da casa dela, Allison esfaqueada, e aí era tudo um sonho, até que algumas coisas não eram. Endim, morri de medo desse brother aí.

Allison, o serial killer e todas as vítimas dele na sala dela. Legal, né?

E para você,  qual o episódio mais assustador ever? Conte aí nos comentários!

[Crédito das imagens: Reprodução/Cartoon Network/BBC/NBC]