Escolha uma nova comédia pelo seu emoji preferido | Spoilers

Escolha uma nova comédia pelo seu emoji preferido

television

Rir é sempre bom, mas existem vários tipos de risadas e muitos tipos de humor, cada um com seu estilo próprio. Uma risada não se discute, e por isso hoje temos uma abundância de opções que se adequa a cada estilo. O gênero comédia está sempre em constante desenvolvimento, com novas tendências e estilos aparecendo e se atualizando.

Por isso, selecionamos algumas opções de séries, do formato clássico sitcom a novas tendências com uma linguagem metalinguística e referencial que funciona para que gosta de um humor muito especifico. E também comédias inglesas, que correm por fora pois, afinal de contas, humor inglês.

sitcoms

Se você gosta das risadinhas ao fundo

O formato mais clássico de todos (multi-camera), com um cenário fixo e uma plateia que acompanha o desenrolar da ação. Muitos clássicos do gênero começaram dessa forma, mas apesar da maior parte das comédias ter evoluído para o formato single camera (em que você vê as quatro paredes de um cenário e a ação não se restringe a uns poucos lugares apenas). Mom (CBS) e Vicious (ITV) se destacaram nos dois lados do oceano – a primeira, americana, por apresentar uma história escrachada da relação familiar entre mãe e filha cheias de problemas sem perder em nada de humor; e a segunda, britânica, por apresentar um casal gay idoso que não perde em nada de sarcasmo com relação à nova geração.

cringe

Se o seu negócio é rir desconfortável

Situações reais da vida cotidiana rendem material muito rico, e às vezes o choque de personalidades fortes em busca dos seus interesses rendem risadas que advém de momentos constrangedores. Essa é a especialidade de Girls (HBO), criada por Lena Dunham, que ao longo da sua exibição nos mostrou gente muito complicada em busca de um pouco de espírito de paz – só para cavarem buracos cada vez maiores para si mesmos. Transparent (Amazon), por sua vez, caminha na linha entre o drama e a comédia, mas quando as risadas vêm, elas vem com força. Por outro lado, The Comeback (HBO), nos dá um personagem complicado que apesar disso não tem dificuldade para gerar empatia. Todos os personagens dessas séries são difíceis, mas também são reais.

passive-agressive

Se você é adepto do humor passivo-agressivo

Realidade é subjetiva, mas gente horrível é uma constante em todas elas. Gente horrível causa risadas, porque pessoas têm tendência a apresentar uma fachada de compostura enquanto pensamentos potencialmente horríveis estão logo abaixo da superfície. Em Veep (HBO), Arrested Development (Fox) e Difficult People (Hulu), ninguém tem filtro e ninguém tem vergonha de apresentar sua pior faceta. Faz rir? Faz. Faz o espectador querer ver algumas das cenas por entre os dedos na frente do rosto? Também.

Go Pro

Se o seu humor não é para iniciantes

Conseguir uma risada é difícil, mas conseguir uma risada com base em referências da cultura pop é mais ainda. Você não consegue apreciar Unbreakable Kimmy Schmidt (Netflix) na sua totalidade sem ter bagagem de várias outras séries, e o mesmo vale para outras shows como Archer (FX) e BoJack Horseman (Netflix), que sabem que você tem um estilo especifico que lida com humor difícil e de nicho. Essas duas últimas podem ser de animação, mas o humor transcende os traços. Difficult People, citada acima, compartilha desse humor referencial também.

lady dynamite

Lady Dynamite (Netflix)

Acredite, o emoji é autoexplicativo.

too cool for school

Se o seu humor é ~descolado~

Broad City, Portlandia, Another Period (as três do canal Comedy Central), e You’re The Worst (FX) são séries conectadas por seus personagens descolados e sarcásticos que, apesar de tudo, ainda retêm um mínimo de decência – apesar de a geralmente perderem ao longo de cada episódio para depois voltar no final. 

british humor

Se você gosta de humor inglês

Como já mencionado no nosso podcast, séries inglesas já nascem esquisitas, e continuam sendo esquisitas mesmo com o passar dos anos. Os ingleses chamam esse esquisito de “tradição” e se você se identificou, então pode add sem scrap. Miranda (BBC), Absolutely Fabulous (BBC), The IT Crowd (Channel 4), Friday Night Dinner (Channel 4) e a supracitada Vicious são as melhores apostas, ou pontos de partida para o resto, dependendo do quanto humor nonsense você quer ter na sua vida (esperamos que muito).

comfort

Se o que você quer mesmo é humor conforto

Rir de familiaridade, rir embaixo das cobertas, rir pelas situações humanas – tudo o que conecta Superstore (NBC), Fresh off the Boat (ABC), Younger (TV Land), Catastrophe (Channel 4) e New Girl (Fox). Todas possuem uma história bem diferente da outra, mas todas podem ser vistas e apreciadas pelo seu humor fácil e descontraído.

jazz hands

Se você quer rir enquanto faz jazz hands

Já tivemos este gênero em formato experimental com Flight Of The Concords (HBO) no passado, em que o humor da série (muito especifico) era alternado com músicas que refletiam as personalidades dos seus personagens. Não existem muitas que seguiram seus passos, mas o formato estava criado para duas novas séries musicais causarem impressão, Crazy Ex-Girlfriend (The CW) e Galavant (ABC). A primeira se passa nos dias atuais e a segunda nos tempos medievais de um mundo de conto de fadas, mas ambas compartilham um mundo de fantasia próprio onde os seus personagens não têm medo de cantar sobre seus problemas ou medos únicos – como o de fazerem parte de uma série que pode ser cancelada a qualquer momento. Para rir em notas musicais variadas.