Comendo com os olhos em Chef’s Table | Spoilers

Comendo com os olhos em Chef’s Table

Chef’s Table é a sua mais nova fonte de #FoodPorn! É uma nova série culinária documental da Netflix que estreou no fim de abril, deixando todo mundo com água na boca. A cada episódio (são apenas seis), conhecemos um chef diferente de alguma parte do mundo, famoso por destacar-se de alguma forma, inovando na cozinha ou em outros setores da alimentação. O estilo da série pode ser familiar para quem já assistiu ao documentário Jiro Dreams of Sushi, que conta a história de um dos mais antigos e famosos sushi chefs do mundo, e que deu origem à série.

O que é:

Cada um dos personagens em foco foi escolhido por uma particularidade – um deles é ~apenas~ dono do terceiro melhor restaurante do mundo, outra destaca-se por uma culinária tradicional oriental, ou por ter revolucionado a indústria alimentícia, e por aí vai. Tem coisas bem diferentes, do tipo um chef que só cozinha ao ar livre em lugares isolados da Patagônia, utilizando fogueiras!

Não, isso não é uma maquete. Sim, é de comer. Sim, deve ser muito caro.

Tá, mas por que eu deveria assistir?

Porque não é apenas uma série sobre comidas que você provavelmente nunca vai comer. Assim como no documentário, Chef’s Table foca no lado humano dos chefs, buscando entender as motivações, influências, inspirações e anseios que os levaram um passo adiante para fazer a diferença, tanto dentro quanto fora da esfera culinária.

E se esse lado lifechanging-inspiracional não me interessar?

Daí vale assistir para ver pratos incríveis e paisagens sensacionais ao redor do mundo! Tudo isso em câmera lenta, ao som de uma música clássica convincente e uma edição que eleva todos os pratos a verdadeiras obras de arte!

Melhor nome gourmetizado para “batata assada”

Pontos fracos:

Às vezes pode ficar um pouco boring, mas é bom porque você consegue conferir seu WhatsApp sem culpa enquanto o chef divaga sobre sua infância, ou algo assim. Mas o principal problema é que, na temporada inteira, temos apenas uma mulher como protagonista.

Alerta! Pode conter:

-Frases de impacto que nem as de parachoque de caminhão, como “Se não for para ficar perfeito, não faça.” #BOOOOM

-Imagens fortes, como em um episódio que um dos chefs despeja em um crepe gigante meio quilo de um doce de leite, que parece ser a oitava maravilha do mundo.

brb salivando

vdd

 Melhor momento para se assistir:

Depois de comer, quando você não estiver com um pingo de fome.

This room is full of people who give a damn

Recomendado para:

Todos aqueles que querem reavaliar suas escolhas na vida alimentação. Você pode acabar querendo parar de comer macarrão instantâneo e fazer sua própria massa caseira recheada com queijo feito do leite de uma única vaca que recebeu uma criação melhor do que você, mas você sabe que no fim não vai mudar em nada.

!!!!!!!!!!!!!!!

Todos os episódios da série estão disponíveis na Netflix.

[Créditos das imagens: Reprodução/Netflix]