Como BoJack Horseman fala sobre depressão sem tocar no assunto | Spoilers

Como BoJack Horseman fala sobre depressão sem tocar no assunto

Esse texto contém spoilers da segunda temporada de BoJack Horseman.

Onde termina o cinismo e pessimismo, e começa a depressão? Qual é o meu papel na sociedade? Como dou um jeito na minha vida?

Crise existencial? Não exatamente. Fiz essas perguntas, e outras do mesmo tipo, enquanto assistia à segunda temporada de BoJack Horseman, série animada da Netflix. Se na superfície ela pode parecer apenas um desenho com personagens animais, entre eles o protagonista cavalo ator, quem assiste à série não demora muito para perceber que BoJack é uma das animações mais depressivas – e maduras – por aí, capaz de relatar como poucas o drama da “vida adulta”.

tumblr_o5vwuvNB2w1qa1s2no1_540Às vezes eu também não.

O que exatamente é um “seriado para adultos”? A presença de nudez, sexo e violência ou tramas intensas, complicadas e altamente dramáticas? Após pensar bastante sobre essa ideia, concluí que ser “para adulto” é uma consequência da forma como as relações interpessoais são retratadas em uma série. Togetherness, uma comédia dramática da HBO sobre um casal em crise, era um bom exemplo de seriado que sabia retratar essas relações com maestria.

Em sua segunda temporada, BoJack também se destacou nisso. Ano passado eu escrevi aqui sobre You’re The Worst e a minha depressãoBoJack Horseman conseguiu tocar no mesmo tema de forma excelente e realista, mesmo sem nunca explicitamente falar o diagnóstico do personagem principal – como muitas vezes acontece na vida real. Não só isso, como mostrou algumas formas de como lidar com esse problema.

Um dos temas principais da temporada são mudanças – algo com o qual você precisa se acostumar caso esteja “na fossa”. BoJack começa a temporada feliz, trabalhando no projeto de seus sonhos e com a diretora Kelsey, que ele admira. Mas o estúdio se mete e atrapalha a visão artística dos dois, desiludindo os dois profissionais e principalmente o nosso querido (OK, não tanto) cavalo. Kelsey sai da produção, mas BoJack precisa continuar por causa do contrato. Quando o trabalho começa a ir mal, isso gera uma reação em cadeia na vida de BoJack. Ele briga com a namorada, passa o dia inteiro em casa vendo reprises do seu seriado antigo, e acaba fugindo de Los Angeles por dois meses.

tumblr_o37w9rAKZl1u8vx6ao1_1280

Um dos diálogos mais marcantes da temporada.

O que serve de gatilho para BoJack fugir é uma conversa com Diane, em que ela lhe pergunta “quando foi a última vez que você realmente foi feliz?”. Essa é uma pergunta traiçoeira pois sempre faz você lembrar de algo nostálgico, de uma época em que a vida parecia ser mais simples. Isso faz BoJack ir atrás de uma antiga amiga Charlotte (na voz de Olivia Wilde), agora mãe e casada, o que arruina qualquer oportunidade romântica que ele buscasse. Mesmo assim, ele passa dois meses com Charlotte e sua família antes de voltar para Los Angeles.

BoJack volta após fazer uma idiotice enorme. Tarde da noite, em uma conversa com Charlotte, ele dá em cima dela e é rejeitado. Depois, muito pior do que isso, deixa Penny, a filha de Charlotte, visitar o seu barco mesmo sabendo que ela tinha uma crush nele. Com mais estrago na sua vida, ele volta à casa em Los Angeles e lá ele percebe que o único amigo que ele tem, e nunca deu o seu devido valor, é seu roommate Todd. É comum em séries termos o sidekick engraçado, que só serve para fazer piada e sofrer nas mãos do protagonista. Depois de duas temporadas, BoJack finalmente reconhece Todd como igual, como um amigo.

Fugir dos problemas está longe de ser algo adulto e maduro de se fazer, mas é algo que inevitavelmente fazemos, mesmo que por períodos menores de tempo. É algo particularmente comum em quem sofre de depressão: esse apego pela negação e essa recusa à ideia de que existe um problema, à necessidade de ajuda, ao pensamento “preciso dar um jeito na minha vida”. Parece que nada na sua vida importa. Seus bens materiais, dinheiro, emprego, namoradx, família. São apenas coisas que estão ali, seja pelo motivo que for, e você precisa lidar com elas. As pessoas que lhe amam e que você ama notam que você não está dando devido valor a elas, ou não as está tratando bem, e acabam indo embora. A fuga de BoJack serviu para ele aprender que correr de encontro a relações idealizadas não resolve problemas. Afinal, não há soluções mágicas – mas o apoio para continuar no caminho certo pode estar onde menos se espera.

A última cena da temporada é extremamente positiva e significativa. Um pequeno diálogo que aparenta ser sobre algo insignificante, mas tem um papel implícito muito mais importante. De volta à normalidade, BoJack está correndo na rua, fazendo exercício. Morto de cansaço e suando, ele se joga no chão para descansar. Um macaco velho (literalmente) se aproxima e diz “fica mais fácil.” Oi? “Fica mais fácil. Você precisa fazer todos os dias, essa é a parte difícil. Mas depois fica mais fácil.”

E realmente fica.

[Crédito das imagens: Reprodução/Netlfix]