10 Momentos Musicais Inesqueciveis em Séries Não Musicais | Spoilers

10 Momentos Musicais Inesqueciveis em Séries Não Musicais

sense8

Sense 8 começou devagar e aos poucos foi se tornando essa série que todos amamos, mas o momento que nos ganhou mesmo foi essa cena com todos os nossos protagonistas compartilhando consciência e catarse musical ao som de 4 Non Blondes – What’s Up.

https://youtube.com/watch?v=G3JQpS5M-34

Foi ali que deixamos a vergonha de lado, cantamos juntos e declaramos amor eterno a série. Musicas são excelentes pra por emoções pra fora, unir personagem e dançar sozinho no quarto enquanto se assiste TV. Então resolvemos elencar nossos 10 momentos musicais favoritos pra você levantar da cadeira, arrumar a postura e cantar todas suas magoas e felicidades junto conosco!

——-

Skins – Wild World


Poucas seasons finales representaram tanto uma série como essa musical da primeira de Skins. Está tudo ali, os personagens, a comédia dramática, a ausência de limites, e o drama e sofrimento pintado de glamour adolescente.

Selfie – Chandelier


Selfie era uma série sobre a Elisa. E ela não foi uma personagem fácil. Foi se achando aos poucos, se mostrando interessante de pouquinho em pouquinho, e foi nessa cena que a série capturou a essência da personagem e nossos corações por ela!

Gilmore Girls – I Will Always Love You


Ver Lorelai se constrangendo em público deveria ser uma categoria própria de guilty pleasure! Ver Lorelai se constrangendo para o Luke, quando ela achava que faria pela Rory, mas dando a cara à tapa e se saindo maravilhosamente como sempre teria sido um momento único, se ser maravilhosa não fosse a regra dessa série!

Buffy, The Vampire Slayer – Walk Through The Fire


Buffy é o tipo de série que demorou pra virar um musical da Broadway! Mas como não podemos ter tudo nessa vida, a série pelo menos não poupou esforços em criar momentos musicais com movimentos coreografados, todos cantando juntos e musicas originais exaltando nossa protagonista!

How I Met Your Mother – Let’s Go To The Mall


Nos tempos que How I Met Your Mother ainda era uma ótima série, capaz de criar toda uma mitologia em volta dos seus personagens, nada foi mais marcante e surpreendente do que a revelação de que Robin havia sido uma popstar adolescente sob o nome Robin Sparkles. Com um hit super anos 80 (nos anos 90, pois “os 80s chegaram atrasados no Canadá”), Robin Sparkles conquistou o público e voltou mais algumas vezes na série, mas nunca com tanto sucesso quanto Let’s Go To The Mall.

Unbreakable Kimmy Schmidt – Pinot Noir


Titus Andromedon rapidamente virou um dos nossos personagens coadjuvantes favoritos das comédias atuais, e seu “hit” Pinot Noir com certeza é grande causa disso. Querendo ficar famoso e viralizar, Titus invadiu a casa da chefe de Kimmy para gravar o seu clipe. Pode não ter dado muito certo pra ele, mas o público com certeza começou a beber mais vinho só pra poder gritar “Pinoooooooooooot Noiiiiiiiiiir”

Mad Men – Zou Bisou


Um dos momentos mais marcantes de Mad Men foi esse, no início da 5a temporada, quando a recém-esposa de Don, Megan Draper, resolve fazer esse número de canto e dancinha sensual para todos os convidados de uma festa. Enquanto Don ficou completamente constrangido e fingindo não estar puto, nós que vimos a cena ficamos cantarolando essa música por meses.

American Horror Story – The Name Game


“Alô, alô galera, esse é o jogo da rima!” Na verdade essa cena muito louca fez muita gente descobrir que O Jogo da Rima não era uma canção original da Xuxa, e além de tudo fez todo mundo amar a Jessica Lange ainda mais (se possível) nessa quebra do clima pesado e sombrio da que foi possivelmente a melhor temporada de American Horror Story.

Veronica Mars – One Way Or Another


Poucas vezes uma série escolheu tão bem a música pra colocar na voz da protagonista! Existe algo que interliga Blondie e Veronica Mars indissociavelmente. E não existe outra música que represente tão bem nossa detetive favorita como One Way Or Another. Até Debbie Harry ficaria orgulhosa dessa cena!

Broad City – Edge of Glory


Essa cena de Broad City entra na lista porque é o maior caso de identificação do público possível. Todo mundo já sentiu o prazer de perceber que finalmente está sozinho em casa e pode sair dançando e cantando pelado. A escolha de The Edge of Glory como trilha só deixa essa cena ainda melhor.

Menção Honrosa – Orphan Black – Bitch


Essa cena é rapidinha, por isso entra como menção honrosa. Mas é que a gente amou muito ver Tatiana Maslany, dessa vez como Allison, cantando Bitch, uma música sobre a várias facetas de uma mesma mulher, enquanto torcemos pra todas as facetas/clones da mesma Tatiana Maslany.

[Crédito das imagens: Reprodução/Netflix]